domingo, dezembro 09, 2007

ALTAMIRO CARRILHO

Ontem foi um dia especial para mim e para uma platéia repleta de admiradores. Assistimos a uma emocionante homenagem ao grande flautista brasileiro e mundial, Altamiro Carrilho (83 anos de idade e 65 de vida artística, com 125 discos gravados), graças (no meu caso) à Lou Micaldas, do VelhosAmigos, que apresentou o show.

O homenageado, ainda se recuperando de uma doença que o levou à cirurgia.

No palco, vários amigos do flautista, começando pelos músicos que o acompanham sempre:
Cidinho (violão de 7 cordas), Maurício Verde (cavaquinho de 4 cordas), Héber de Freitas (percussionista), e outros admiradores, entre eles, Maurício Einhorn (gaitista), Victor Biglione (violonista), Deo Rian (cavaquinho), o filho Bruno Rian (cavaquinho) e sua noiva flautista, Patrícia Silveira, o Juiz de Direito Valmar (cavaquinho), Antonio Rocha (flautista), Renata Arruda (cantora), Claudinha Teles (cantora que, por sinal, tem a voz da mãe, outra famosa cantora, a Silvinha Teles), Lucas Brasil (menino de 12 anos, aluno do flautista e uma esperança de se tornar um dos melhores flautistas do Brasil):

A maioria dos amigos do homenageado

Fui toda equipada para filmar a exibição, levando até meu tripé. Mas, como marinheira de primeira viagem, não imaginava que o show fosse levar tanto tempo e a bateria de minha filmadora não durou o necessário para gravar todo o show. Assim, apelei pro modo filmagem de minha câmera fotográfica. Só que este tipo de filmagem consome muito as pilhas e espaço do memory stick. Receosa de que o espaço acabasse e eu perdesse alguma coisa, mudei a configuração de tamanho da imagem e me ferrei. Os vídeos saíram bons, porém num tamanho mínimo que não dá pra ver quase nada, apesar do som estar fantástico.


video


video

2 comentários:

Anônimo disse...

Tive o prazer de estar junto com minha família neste show, que foi emocionante e enriquecedor, pela figura do seu Altamiro que nos brindou com música de qualidade e com o seu exemplo de vida!
Família Calonga

Anneliza disse...

Eu não me canso de ouvir e ouvir o que gravei.
Tive a idéia de presentear amigos com as gravações que também se encantaram com a homenagem.